Sobre nós

O BRB/Brasília Vôlei nasceu em junho de 2013, fruto de um sonho das medalhistas olímpicas brasilienses Leila Barros e Ricarda Lima. O time, comandado pelo então técnico Sérgio Negrão, participou da Superliga Feminina de Vôlei e cumpriu a promessa de chegar até os playoffs em seu primeiro ano. Nas quartas de final, a equipe liderada pela capitã bicampeã olímpica Paula Pequeno perdeu a série para o Osasco e conquistou a 8ª colocação. 

No ano seguinte, o esquadrão formado por renomadas jogadoras como Paula Pequeno, Érika Coimbra, Elisângela Oliveira e Michelle Pavão voltou aos playoffs da principal competição do vôlei nacional. Apesar do resultado negativo nas quartas de final diante do SESI-SP, o time melhorou a campanha da primeira temporada, terminando em 7º lugar.

A temporada 2015/2016 foi marcada por uma série de modificações no BRB/Brasília Vôlei. No cargo de técnico, Manu Arnaut substituiu Sérgio Negrão, que assumiu a gerência da equipe. Além disso, 11 jogadoras foram contratadas para formar o elenco que disputaria a Superliga. As mudanças surtiram efeito. O time composto por Macrís (levantadora), Paula Pequeno (ponteira), Amanda (ponteira), Bárbara (oposta), Vivian (central), Roberta (central), Sassá (líbero), Domingas (ponteira), Kasiely (ponteira), Natália Martins (central), Sara (oposta), Ana Paula (levantadora), Vitória (líbero), Michelle (levantadora) e Natália Gonçalves (ponteira) mesclou experiência e juventude para obter 12 vitórias e 10 derrotas na fase de classificação e terminar a etapa com a 5ª posição, melhor resultado da história do clube. Nas quartas de final, a equipe foi superada pelo Osasco. Mesmo sem a inédita vaga às semifinais, o BRB/Brasília Vôlei ratificou a 5ª colocação como melhor campanha desde sua criação.

Para a temporada 2016/2017, o BRB/Brasília Vôlei promete vir com tudo para alcançar um resultado ainda melhor na Superliga. Acompanhe nosso portal, nossas redes sociais, e fique por dentro das novidades do time da capital.